AMOTINADOS

20.4.11

Elisa Lucinda

5 comentários:

  1. Dário, nas palavras docemente/amargas de Lucinda, somos todos da mesma RUA!!!!

    beijinhos lucindantes procê, viu???
    (e não é loucura da joaninha)

    ResponderExcluir
  2. Elisa Lucinda é mesmo fenomenal. E você também, Dario. Lembro de uma poesia dela que diz que a gente não sabe o que é fome, que a gente só sabe o que é vontade de comer. Fome mesmo é outra coisa, que muitos outros conhecem bem e sofrem de verdade o que a gente pensa que sabe.
    Um abraço forte, amigo.

    ResponderExcluir
  3. Seus poemas são corajosos, elaborados, inteligentes... Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Que maravilha!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Ói Dário, Oi Lucinda,

    Deliciosa crítica a uma sociedade doente e submersa em suas dores.

    Vou postar no pratique Poesia com destaque! pode ser?
    adorei!

    beijocas

    ResponderExcluir