AMOTINADOS

24.6.11

Menina

Ela gosta de papéis antigos, de beber com os amigos, de sonhar com os seus vícios, de desprezar os indícios, de livros de arte e História. Se provocada, ela pega e esfola. Ela acreditava-se eterna, agora faz meditação, yoga, e se diz pós-moderna. Ela tem planos de comprar uma bike elétrica, esquecer algumas metas, terminar o jardim, montar uma adega. Ela deixou de ser felina, hoje brinca de mulher, mas a alma é de menina. (D.Álvares)

5 comentários:

  1. Regina Magnabosco25 de junho de 2011 09:14

    Dário, Dário, como é bom ler o que você escreve. Você é cheio de paixão, cara! Tanto, tanta, que mexe com as paixões da gente. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  2. Meu amigo, eu não sou anônima nãããooo!! sou eu mesma é que não consigo colocar em meu nome, pode me deixar que eu não sou VÍRUS, e você me conhece bemmmmm rsrsrsrsrs... nãããooooo éééééé´??? OU NÃO TEM IMPRESSÃO NENHUMA DE MIMMMM????? kkkkkhahahahaha
    Você está a cada dia melhor em suas investidas em falar de AMOR... Parabens e saudades...
    BEIJOS DE AnJô

    ResponderExcluir
  3. Ah!!!Que booooom ter o Motim para suspirar...To passando por todos...rsrsrsrs....Bjão. Marisa

    ResponderExcluir
  4. Que te dizer? Que te amo, que te esperarei um dia na rodoviária, num aeroporto, que te acredito, que consegues mexer dentro-dentro de mim? É tão pouco. Não te preocupa. O que acontece é sempre natural - se a gente tiver que se encontrar, aqui ou na China, a gente se encontra. Penso em você principalmente como minha possibilidade de paz - a única que pintou até agora, “nesta minha vida de retinas fatigadas”. E te espero. E te curto todos os dias. E te gosto. Muito.
    CF

    ResponderExcluir
  5. Amei! Amei! Amei!
    Nao tenho mais nada a dizer: AMEI e pronto!
    ;)

    ResponderExcluir