AMOTINADOS

11.7.12

A queda

Vou cair em pé como a chuva, rolar na grama inventariando o vento, bater tambor bancando o índio, ascender às nuvens igual fumaça. Vou brincar no céu feito anjo, flertar com o sol imitando Ícaro. Desabo abatido pelo símio que me habita. (D.Álvares)

5 comentários:

  1. surpresa...é como me sinto a cada linha sua que leio. Você se supera a cada dia.
    beijo

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Lembrei de outra coisa. Você conheci o Cabrueira?

      Excluir
  3. tão bonito teu blog, dário.
    prazer de ler.

    abraços

    ResponderExcluir