AMOTINADOS

28.5.12

Pedaços


Estou caindo fora de ti. Abandono cá minhas quinquilharias, arrasto a mala vazia, hematomas na alma, um sentimento de fenecimento e falha. Não lastimo, é a minha queda: recolho os pedaços e me refaço no macio de outros braços. (D.Álvares)

5 comentários:

  1. Lindo demais...
    bj
    Marisa

    ResponderExcluir
  2. ...e ao se refazer, sempre são aproveitados os pedaços, as mesmas partes, arranhadas, trincadas, mas podendo sempre ser restauradas.
    Abraço, amigo!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Palavras fortes!
    Gostei muito do blog. Fico por aqui.

    Beijo

    ResponderExcluir